patchwork

O Patchwork é uma técnica de unir retalhos de pano formando desenho que posteriormente são acolchoados. Já se utilizou na Europa e em algumas culturas mais antigas. Nos Estados Unidos foi difundido devido a imigração de Ingleses e Holandeses.

Os primeiros quilts americanos, diferentemente dos que estavam sendo feitos na Europa (séculos XVII-XVIII) eram de uma única cor com tecidos fabricados em casa. Nesta época os tecidos eram escassos e um dos produtos mais apreciados, devido à dependência da Inglaterra em enviá-los à Colônia, não permitindo que desenvolvessem uma industria própria.

Estes primeiros quilts eram feitos geralmente com retalhos de roupas e restos de lã, algodão e algumas vezes recheados com papel velho. A finalidade dos trabalhos era exclusivamente melhorar o conforto com materiais que tinham em mãos.

Se conservam muitos poucos exemplares destes quilts antigos, os panos eram velhos e muitas vezes os utilizavam para forrar o chão para dormir durante as viagens feitas no Oeste.

Em 1840 começa a se desenvolver a indústria textil e tintas, e com isso o ploriferamento do quilt americano. Começaram a criar como trabalho artístico, sem contudo perder sua função prática. Há um predomínio de motivos geométricos, porém também se utiliza a técnica do Appliqué, que consiste em ir aplicando telas de cores sobre uma base lisa, geralmente refletindo motivos de flores.

Fazer quilts incorporou-se à vida cotidiana daquelas mulheres, que se reuniam para costurar e bordar. Muitos acolchoados eram feitos em comum por várias bordadeiras.

Chegamos ao Século XX com o Patchwork sendo desenvolvido como expressão artística, tendo trabalhos importantes plenamente reconhecidos e premiados.